Tendências modernas do gerenciamento de projetos

Por em março 23, 2015 - Visualizado 1523 Vezes

O mundo está num ritmo acelerado. E com isso está mudando muito mais rápido do que as pessoas conseguem perceber. As regras de como o nosso mundo funciona foram mudadas, mas continuamos pensando e agindo como fazíamos há algumas décadas atrás.

É preciso dar importância à inovação, à criatividade e às novas formas de se conduzir projetos, pois precisamos como gerentes de projeto, nos adaptar às mudanças que afetam o nosso trabalho. Caso contrário, passaremos o tempo tentando responder a um mundo que entendemos, mas que não existe mais.

O uso de ferramentas de colaboração não é mais opcional, passou a ser “must have”. O trabalho remoto com softwares baseados na internet favorece a interação, melhorando a comunicação e consequentemente auxilia nos resultados dos projetos.

Equipes remotas oferecem vantagens para todos os lados, como redução de custos com espaço físico e viagens para as empresas, e aumento da qualidade de vida dos funcionários, economizando tempo e paciência no deslocamento residência-empresa-residência.

Outro ponto a considerarmos – perdoem-me os mais conservadores – é a gestão ágil de projetos, que é muito mais do que uma tendência, principalmente para projetos menos complexos, com poucas áreas ou sistemas inter-relacionados e que demandam pouco esforço para gerenciá-los. Por que não usar uma gestão dinâmica e simples na essência com seus ciclos curtos de definições, entregas e aceites até o produto final.

O uso de métodos ágeis e a consequente redução no ciclo de vida dos projetos tornou-se uma questão de sobrevivência. Os grandes projetos de outrora precisam ser subdivididos em menores. As necessidades e expectativas das pessoas – leia-se clientes – estão mudando muito mais rapidamente. Caso seu projeto demore muito para ser concluído, na data da entrega poderá estar obsoleto, pois seu cliente já mudou de ideia e quer coisa diferente.

As entregas devem ser planejadas em períodos curtos de até seis meses no máximo. Não deixe que o cliente encontre outra solução que o atenda. Lembre-se que a concorrência é grande e o seu cliente sempre terá muitas opções disponíveis.

Não tenha também o receio de terceirizar partes do projeto nas quais sua equipe não detém conhecimento suficiente para executar e entregar no prazo. Deixe por conta de especialistas que vão lhe auxiliar a acelerar a execução do seu projeto. Cuide apenas das partes que sua equipe domina ou tem razoável expertise. Atenda seu cliente no prazo combinado ou ele vai migrar para seu concorrente. Fidelidade a fornecedores já faz parte do passado.

Ah sim, ia me esquecendo, para projetos mais longos e complexos, continuo apostando nos processos do PMBOK, com sua abordagem mais ampla, porém necessária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

InspectorWordpress has prevented 168 attacks.