Gigabyte, Terabyte, Petabyte: você sabe quanto armazenamos com essas unidades?

Por em agosto 12, 2014 - Visualizado 1644 Vezes

Quem tem mais de 30 anos deve lembrar daquele disco flexível (disquete) que usávamos para armazenar os dados, nos quais só cabiam alguns megabytes. De acordo com a consultoria IDC, em 2020 o volume de dados no mundo poderá alcançar 35 zettabytes. Você sabe calcular quanto, em termos de armazenamento, significa tudo isso?

Os dados a seguir foram calculados pela fabricante de discos rígidos Seagate e pelo Laboratório de Arquitetura e Redes do Departamento de Ciência da Computação da Poli-USP.

Megabyte – Costumávamos utilizar essa unidade nos discos flexíveis (disquetes). A capacidade variava de 720 KB até 5,76 MB, embora o mais comum fosse o de 1,44MB. Para se ter uma ideia, o de maior capacidade daria para guardar 5 fotos digitais ou ouvir um arquivo de música em mp3 com aproximadamente 5 minutos de duração.

Gigabyte – Guardar arquivos em pendrives e levá-los para onde você quiser já é algo cotidiano. Com um dispositivo de 1 GB, você consegue gravar 320 fotos digitais (.jpg) com resolução maior do que as do exemplo anterior. Caso tenha armazenado apenas músicas em formato .mp3, você demoraria 16 horas para ouvir todo o seu playlist.

Terabyte – Para quem precisa de mais espaço de armazenamento, já existem HDs externos, que assim como os pendrives também tem a facilidade de serem dispositivos portáteis. Um HD externo de 1 TB pode guardar aproximadamente uns 40 filmes em alta definição ou ainda cerca de 500 jogos. Caberiam 320 mil fotos digitais de alta resolução ou 16,6 mil horas em músicas, o que daria 666 dias ou quase 1 ano e 9 meses escutando música sem parar.

Petabyte – Para se conseguir 1 PB em dados armazenados seria necessário um data certer – local projetado especialmente para guardar dados de empresas – com uma área ocupada total de 1.000 m2, com 4.000 máquinas entre servidores e estações de trabalho.

Exabyte – Seguindo a linha do exemplo anterior, para armazenar 1 EB em dados seriam necessários 71 data centers, espaço correspondente a uma área de 9 campos de futebol. Considerando que a população do mundo é de 6,9 bilhões de pessoas, se cada indivíduo do planeta guardasse 2,5 GB em arquivos de fotos, músicas, documentos, vídeos e outros, o total de dados somados juntos totalizariam 1 EB.

Zettabyte – E para guardar 1 ZB em volume de dados? Seriam necessários 73 mil data centers. Juntos ocupariam toda a área da Cidade de São Paulo, espaço equivalente a 9 mil campos de futebol. Essa quantidade de dados é atualmente a demanda aproximada de armazenamento no mundo.

Yotabyte – Para finalizar, temos uma quantidade astronômica de dados em 1 YB. Para materializar esse volume de dados: seriam necessários 75 milhões de data centers, que seria correspondente a toda área do Estado de São Paulo.

Fonte: UOL Notícias – Tecnologia

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

InspectorWordpress has prevented 1110 attacks.