Diferença entre Coaching, Mentoring e Counseling

Por em agosto 26, 2014 - Visualizado 2083 Vezes

São muitos os profissionais que precisam de alguma orientação no mercado de trabalho. E não faltam pessoas para realizar essa tarefa. Anteriormente quaisquer problemas identificados eram direcionados ao departamento de Recursos Humanos, e hoje, para cada tipo de situação existe um especialista.

Tantas especificidades geram dúvidas sobre quem chamar quando é preciso resolver determinado problema. Coaching, mentoring e counseling são exemplos de orientação para o desenvolvimento de profissionais. Mas como identificar quando é necessário recorrer a um ou outro?

Antes, é preciso saber a diferença entre eles.

Coaching

É uma relação entre alguém que quer e precisa crescer pessoal e profissionalmente encontrando soluções para os seus problemas – o cliente – e um facilitador treinado – o coach – cujo papel é levar o cliente a alcançar os seus objetivos de desenvolvimento. Pode ser realizado para apenas uma pessoa ou para um grupo de pessoas envolvidas com um propósito comum. Pode ser conduzido pelo próprio líder imediato, por técnicos de RH da empresa ou por consultores externos.

Mentoring

Refere-se a uma relação de duas pessoas, voltada para o desenvolvimento de uma delas, no qual o mentor é o “padrinho”, um funcionário competente e experiente que se aplica ao crescimento funcional de um colega que precisa de sua ajuda. Alguns exemplos seriam o trainee “adotado” por um funcionário mais antigo e alguém recém-admitido que precisa se integrar aos processos e ferramentas da empresa.

Counseling

Tem como foco a resolução de um aspecto específico de dificuldade pessoal ou profissional, normalmente é exercido por especialistas no assunto, de modo rápido e pontual. Tem como característica principal o “aconselhamento”.

Em certos momentos há necessidade de Couselling durante procedimentos de Coaching ou Mentoring em maior ou menor grau. Muitas vezes o coach ou mentor exerce o papel de counseller. Há uma interdependência e interconectividade do Couselling com as demais metodologias.

Da mesma forma, quando o procedimento-foco é de Coaching, nele estão embutidos vários aspectos do Mentoring. Lidar com aspectos mais técnicos dos resultados operacionais é apenas 20% do processo, o restante é ter habilidade de lidar com pessoas, suas motivações, seu comprometimento em equipe etc, o que está fortemente vinculado ao processo de Mentoring. Ou seja, 80% do Coaching é Mentoring, uma vez que você está lidando essencialmente com pessoas, e lidar com esta complexidade das pessoas é por definição Mentoring. Uma metodologia está contida dentro de outra. Todo o modelo se repete na devida proporção. Para existir uma é necessário existir a outra.

O Coaching e Couselling estão num grau de igualdade considerando apenas o campo de abrangência destas atividades dentro de um universo quase infinito de atividades humanas. Estas duas estão englobadas pelo campo maior do Mentoring.

 

Fonte:

RHPortal.com.br

Administradores.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

InspectorWordpress has prevented 235 attacks.