Como encontrar um gerente de projetos perfeito para sua empresa

Por em junho 15, 2015 - Visualizado 1154 Vezes
Habilidades em finanças, agendamento e gerenciamento são essenciais para que um projeto respeite prazos e verbas
O CIO David Stevens, responsável pela TI da cidade de Maricopa, no Arizona, acredita no papel vital dos gerenciadores de projeto para o sucesso de uma organização. A fé é tanta que ele mudou a distribuição de seus funcionários assim que assumiu o cargo.
Stevens realocou os gestores de projeto em um novo escritório, chefiado por um novo diretor que, por sua vez, responde ao novo diretor de planejamento estratégico. Ele argumenta que a mudança busca demonstrar que os gerentes precisam focar em resultados de negócio, o que influencia o tipo de profissional que ele deseja para a equipe.O gerente de projetos ideal para Stevens é hábil em finanças, agendamento e gerenciamento de processos, forçando os projetos a seguirem verbas e prazos definidos. Ele se comunica de forma eficiente com diversas equipes técnicas e corporativas, unindo vários players para que juntos entreguem um resultado capaz de impactar a operação comercial. E sabe resolver problemas, sempre atento às metas estabelecidas.

 “Você precisa de uma visão sistemática do projeto em todos os momentos para ajudar a alcançar o resultado pretendido”, explicou Stevens.

O executivo, que desde a criação do departamento há dois anos já contratou cinco dos seis gerentes de projeto trabalhando em tempo integral, buscou profissionais experientes com certificação de Project Management Professional (PMP), emitida pelo Project Management Institute (PMI).

O PMI é uma associação sem fins lucrativos voltada para as profissões de gerenciamento de projetos, programas e portfólios. Além da PMP, ela emite outras sete credenciais.

“Nós buscamos os talentos certos porque queremos demonstrar aos clientes nosso profissionalismo, nossa capacidade e experiência em lidar com essas iniciativas complicadas e caras, entregando o resultado desejado”, concluiu.

Segundo no ranking de procurados

Atualmente, gerenciamento de projetos é uma das habilidades mais requisitadas entre líderes de TI, ocupando o segundo lugar no ranking 2015 da Computerworld entre as expertises mais buscadas, atrás apenas de programação e desenvolvimento de aplicativos. Cerca de 35% dos executivos consultados indicaram planos de contratar profissionais da área no próximo ano.

“É muito difícil ensinar não-comunicadores a se comunicarem, mas é fácil ensiná-los a estimar o retorno sobre investimento ou algum outro item de gerenciamento de projetos mais tradicional”, assinala Susan Engle, vice-presidente do setor na Avnet.

Os CIOs e os observadores da indústria creditam parte da demanda a uma busca por novas tecnologias anteriormente suspensas. A recessão recente paralisou muitos projetos, mas as empresas retomaram suas iniciativas. A quantidade acumulada, somada aos grandes investimentos em tecnologias mais novas – como mobile, big data e IoT — levou muitas delas à procura de gerentes de projetos talentosos, de modo a orientarem o trabalho, superando os desafios e obstáculos inevitáveis ao longo das etapas de planejamento e implementação.

“As empresas perceberam que há poder na tecnologia, que ela lhes dá uma vantagem competitiva, ajudando-as a serem mais rápidas e eficientes. Elas também se deram conta de que o investimento para esses projetos é significativo, exigindo uma previsão de retorno”, diz John Reed, diretor executivo sênior da Robert Half Technology. Segundo ele, o melhor a fazer é designar um gerente de projetos com experiência, capaz de lidar com várias etapas do processo, desde o estabelecimento de metas até a implementação.

Reed estimou os salários para a posição entre US$ 75 mil no nível inicial, alcançando os seis dígitos para profissionais mais experientes (valores nos EUA). Stevens confirmou a estimativa: seu escritório ofereceu entre US$ 80 mil e US$ 120 mil ao ano quando recrutou.

Os especialistas preveem a manutenção da demanda em um futuro próximo. O Escritório de Estatísticas Trabalhistas (Bureau of Labor Statistics) dos Estados Unidos antecipa que o número de vagas para gerentes de TI, incluindo gerentes de projetos, crescerá 15% de 2012 para 2022.

“A demanda atual para gerentes de projetos é enorme”, concorda Felix Fermin, recrutador da Mondo, radicado em Nova York. Ele afirma que algumas empresas estão dispostas a treinar e eventualmente promover candidatos internos que demonstrem potencial na área. Entretanto, as empresas que recorrem ao mercado para contratar esses profissionais quase sempre desejam candidatos com experiência.

“Elas querem alguém que já tenha entregado um projeto obediente ao orçamento e ao prazo estabelecidos”, informou, acrescentando: “As empresas consideram um bônus quando o candidato mescla uma formação técnica com experiência em negócios”.

A formação de um gerente de projetos

Susan Engle, vice-presidente do escritório de gerenciamento da distribuidora tecnológica Avnet, disse contratar tanto profissionais experientes quanto os de outros ramos que desejam trabalhar na área. Ela também promove estágios a estudantes universitários, que podem ser promovidos até se tornarem sócios da firma.

Susan valoriza, sobretudo, traços como a disposição em trabalhar duro, colaboração e liderança – às vezes mais do que habilidades meramente técnicas. Ela alegou ter interesse particular em profissionais capazes de se comunicarem com diversos tipos de pessoas, já que gerentes de projetos precisam trabalhar com múltiplas divisões dentro de uma empresa, reunindo-se com indivíduos muito diferentes na hierarquia.

“Os projetos exigem a solução de problemas e a superação de barreiras. Você precisa ser capaz de liderar e se comunicar”, ela explicou, ressaltando a importância da flexibilidade: “Adaptabilidade também é importante, porque o profissional é colocado em empresas muito diferentes, onde precisam se adequar”.

Ela também sinaliza interesse em gerentes que entendam o funcionamento do negócio e queiram aprender mais. Ela espera que esses profissionais tenham a credencial PMP.

O CIO da Valdosta State University, Brian A. Haugabrook tem uma abordagem semelhante. Ele indica que muitos os que procuram contratar gerentes de projeto negligenciam a importância das soft skills, particularmente a boa comunicação, para o sucesso do cargo. Ele busca profissionais capazes de estabelecer relacionamentos e, para encontrá-los, foca em pessoas com experiências em relações públicas ou atendimento ao cliente.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

InspectorWordpress has prevented 982 attacks.