Certificação PMP – Earned Value (Valor Agregado)

Por em outubro 23, 2013 - Visualizado 2171 Vezes

Por Marcelo S. Barbosa

No exame de certificação PMP, você encontrará de cinco a dez perguntas relativas a essas variações. Vamos então rever alguns conceitos importantes sobre esse assunto.

EVM – Earned Value Management (Gerenciamento de Valor Agregado) é uma metodologia que combina métricas de escopo, prazo e recursos para avaliar o progresso e a performance de um projeto. Os princípios do EVM podem ser aplicados a todos os projetos em qualquer tipo de indústria. EVM monitora três dimensões chaves:

  • PV – Planned Value é o orçamento autorizado para o trabalho planejado.
  • EV = Earned Value é a medição do trabalho realizado expresso em termos do orçamento autorizado. O EV não pode ser maior que o orçamento autorizado. É utilizado frequentemente para representar o % completado do projeto.
  • AC = Actual Cost é o custo realizado incorrido para o trabalho realizado durante um período específico. Não tem limite, ou seja, o que foi gasto para atingir o EV deve ser registrado.

 

Os desvios do baseline aprovado (linha de base) também devem ser monitorados. Abaixo, você encontrará as principais observações sobre cálculos de variações ou índices de prazo e custo.

Para índices ou variações, inicie sempre com EV.

Quando quiser obter informações sobre prazo, use PV.

Quando quiser obter informações sobre custo, use AC.

 

Para uma variação: SUBTRAÇÃO. Negativo é ruim; positivo é bom.

SV = EV – PV

CV = EV – AC

  • SV = Schedule Variance é a medição da performance de prazo expressa como a diferença entre Earned Value e Planned Value. É o valor com o qual podemos afirmar se o projeto está adiantado ou atrasado em relação à data de entrega em um determinado momento.
  • CV = Cost Variance é o déficit ou superávit no orçamento do projeto em um determinado momento. É um indicador importante porque expõe a relação entre a performance física do trabalho realizado e o custo gasto.

 

Para um índice: DIVISÃO. Menor que 1.0 é ruim; maior que 1.0 é bom.

SPI = EV / PV

CPI = EV / AC

  • SPI = Schedule Performance Index é a medição da eficiência do time do projeto em relação ao uso do prazo. Um SPI menor que 1.0 indica que menos trabalho do que estava planejado foi completado até um determinado momento. Uma vez que o SPI mede todo o trabalho do projeto, o Caminho Crítico também precisa ser analisado para determinar se o projeto está ou não atrasado.
  • CPI = Cost Performance Index é a medição da eficiência do custo dos recursos orçados. A determinação deste índice é considerada a métrica mais importante para medir a eficiência do custo relacionado ao trabalho completado. Um CPI menor que 1.0 indica que o custo para trabalho concluído foi maior que o orçamento até um determinado momento.

 

Estas três dimensões (PV, EV e AC) podem ser monitoradas e reportadas tanto periodicamente (normalmente semanalmente ou mensalmente), quanto cumulativamente.

Você achou essa informação valiosa? Por favor, deixe um comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

InspectorWordpress has prevented 76 attacks.